"Amem sem cor, raça ou gênero."

On 18:15 by LL in    No comments
Mãe do cantor confessa chorar todos os dias trancada no banheiro
Ela quer reencontrar com Cazuza daqui a no máximo 10 anosPassaram-se 20 anos desde que o cantor Cazuza morreu. Nem por isso a dor da perda diminuiu para a mãe Lucinha Araújo. Em depoimento ao Diário de São Paulo, ela confessou chorar todos os dias, por cinco minutos, trancada no banheiro.

“Não quero que a dor diminua. Vou tirando a faca aos poucos. Se tirar de uma vez dói demais. Deixo para superar e tirar a faca inteira no dia em que me reencontrar com ele”, disse.

Segundo Lucinha, o filho seria vanguarda ainda nos dias de hoje, principalmente por não ter vergonha de nada. Como exemplo, ela lembrou do primeiro show que assistiu e escutou “Só as mães são felizes”, com o polêmico verso “Quem nunca pensou em comer sua mãe?”.

“Quando abro o jornal, vi que perguntaram se ele tinha complexo de Édipo. E a resposta dele foi mais absurda ainda: 'Eu comeria, sim, papai e mamãe porque eles são muito gostosos, mas um pouco velhos demais para meu gosto'. Liguei pra ele e perguntei se ele estava maluco. Cazuza me disse: 'Mamãe, para esse tipo de pergunta tem de responder algo mais absurdo ainda”.

Morrendo de saudades do filho, ela pensa em reencontrá-lo no máximo daqui a dez anos. “Acho que mais dez anos dá para caminhar, mas não quero ficar gagá”. Ela diz que, quando está com alguma dúvida, vai ao cemitério fazer perguntas. “Sinto ele por perto. Vou ao cemitério, pergunto alguma coisa, e espero por um sinal.”

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...