"Amem sem cor, raça ou gênero."


Paramore é uma banda de sucesso, já ganhou diversos prêmios pelo mundo e seu último álbum, “Brand New Eyes”, vendeu 175 mil cópias só na primeira semana, mas nem sempre foi assim para a vocalista do grupo, Hayley Williams.

Em entrevista à revista “Cosmopolitan” de abril, Hayley contou o drama que sofreu na escola, ainda adolescente. Quando a cantora tinha 13 anos de idade, se mudou com a mãe para Nas

hville, uma importante cidade na história da música country dos Estados Unidos. Foi por lá que ela começou a fazer aulas de canto e se preparou para a carreira de sucesso.

Mas antes disso finalmente acontecer, ir para a aula era um verdadeiro pesadelo para a cantora. “Eu era nova na escola e acontecia exatamente como no filme ‘Meninas Malvadas’”, disse Hayley, se referindo ao longa-metragem com Lindsay Lohan.

“As panelinhas me provocavam e inventaram que eu era lésbica. Nem sei porque fizeram isso”, contou. “Um dia eu fui pra casa chorando e disse tudo pra minha mãe. Eu não consegui voltar nunca mais. Então decidi que ia fazer aula particular, em casa.”

Pouco tempo depois, Hayley conseguiu finalmente “se vingar” das garotas que transformaram a vida dela em um pesadelo. Com o sucesso do Paramore, ela e os irmãos Joash e Zac Farro saíram em turnê. Uma certa noite, a banda estava com fome e os integrantes resolveram parar em um drive-thru para comprar lanches.
“Paramos na lanchonete e uma garçonete veio de patins até o carro para anotar nosso pedido. Quando eu percebi, era a menina malvada número um da minha escola”, contou Hayley, animada. “Eu estava com a minha banda, me achando, aí eu disse: ‘Sim, me vê um cachorro-quente’, disse. “Foi a melhor sensação”, finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...