"Amem sem cor, raça ou gênero."

Beijo aconteceu no 7º Prêmio APTR, ligado à produção teatral da cidade.  Deputado responde no STF a inquérito em que é acusado de homofobia.



A atriz Fernanda Montenegro, de 83 anos, deu um beijo na boca da atriz Camila Amado, de 77, em protesto contra a permanência do deputado e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) no comando da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, durante a 7ª edição do Prêmio APTR (Associação dos Produtores de Teatro do Rio), na noite desta segunda-feira (25), no Meier, na Zona Norte do Rio.

O político responde no Supremo Tribunal Federal a um inquérito em que é acusado de homofobia. Apesar das manifestações contrárias à sua permanência no comando da comissão, Feliciano garante que não vai deixar o posto. Ele nega também ter dado declarações racistas e homofóbicas, pelas quais é muito criticado, mas assume, por exemplo, ser contra a união homessexual.

Premiação

O prêmio contemplou 13 categorias como melhor autor, iluminação, cenário, figurino, música, ator e atriz coadjuvante, diretor, produção, espetáculo, ator e atriz protagonista e uma categoria especial, que premia alguma realização ligada à atividade.

Como melhor diretor, ganhou Bruno Gomlevsky pela peça “Homem Travesseiro”, que também foi premiada na categoria de melhor espetáculo. O ator Gregório Duvivier foi considerado o melhor ator protagonista pela peça “Uma Noite na Lua” e a atriz Vanessa Gerbelli por sua atuação na obra “Quase Normal”. 


Houve um empate na escolha de melhor produção, que foi dividida entre o “Desaparecimento do Elefante”, da Gávea Filmes, e “a Lenda”, produzida pelo Sarau Agência de Cultura Brasileira.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...