"Amem sem cor, raça ou gênero."

On 10:26 by LL   No comments


A atriz garantiu que viveria plenamente sua história de amor caso se apaixonasse por uma mulher.
"Se acontecesse comigo, acho que me posicionaria genuinamente, viveria intensamente. Nunca deixei de viver um amor. Acho que viveria plenamente, porque meu coração estaria acreditando naquilo. Amor é um sentimento tão nobre, a gente não pode julgar".
A artista acredita que o impacto da paixão por uma mulher é diferente para as mulheres como Clara, que só se relacionaram com homens. "Isso deve ser louco na cabeça da Clara e das mulheres que estão passando por isso. Não tem o mesmo peso de você trair com outro homem. É diferente, é outra forma de amor. Não tem o impacto da traição, da sacanagem. A mulher não era gay e de repente se vê apaixonada por uma mulher"


A forma como a aproximação de Clara e Marina tem sido contada está agradando Giovanna, que destacou a naturalidade do relacionamento. "É tão bacana a forma como a história vem acontecendo. É uma admiração, uma troca. Na convivência, a Clara foi aprendendo a se vestir de outro jeito, se portar de outro jeito. Ela teve coisas dela que foram despertando. Acho muito bonito, é uma história muito humana".
Casada com o diretor Leonardo Nogueira e mãe de três filhos, Giovanna não se importaria se um deles se envolvesse com uma pessoa do mesmo sexo: "Vou ter orgulho de ser a primeira a saber. Quero que eles sejam felizes, independentemente das escolhas deles".

Fonte: UOL


Clique AQUI e participe da página CLARINA no facebook.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...